Como foi o parto (cesariana) do meu primeiro filho, Samuel e algumas considerações sobre a cesariana

Eu no bloco cirúrgico - nascimento do Samuel em outubro de 2011

Eu no bloco cirúrgico – nascimento do Samuel em outubro de 2011

Antes de começar a contar como foi o parto normal do Isaque, vou contar rapidamente como foi o parto do meu primeiro filho, Samuel, hoje com 3 anos e meio, que nasceu de cesariana. Decidi falar um pouquinho sobre isso porque recebi muitas perguntas e dúvidas de mulheres querendo saber como é essa questão de passar pelo parto normal após já ter feito uma cesárea, quais as reais indicações de uma cesariana, etc…

Assim que engravidei, eu e meu marido começamos a nos preparar para o parto normal, porém no final da gestação, Samuel ainda estava em posição pélvica (assentado) e, mesmo sendo possível ter parto normal com bebê pélvico, nós decidimos não arriscar. No último ultrassom, já com 37 semanas de gravidez, meu liquido amniótico caiu bastante. Resultado: bebê pélvico + líquido aminiótico baixo + médico cesarista = acabei em uma cesariana. Sim, foi uma cesariana necessária, porém hoje, com muito mais informação que tenho, sei que eu poderia ter esperado entrar em trabalho de parto e tudo mais.

Lá fui eu pro bloco cirúrgico. Lembro quando me aplicaram a anestesia… Me deitaram na maca, amarraram meus braços abertos e só depois meu marido entrou. Eu estava nervosa, com medo e chorando (nunca gostei da idéia de ter que passar por cirurgia). Claro que eu estava feliz porque veria meu filho, mas com certeza, não era ali que eu queria que tudo acontecesse! Depois de uns poucos e rápidos minutos, meu príncipe nasceu. Que emoção ouvir seu chorinho!!! Eles me mostraram rapidamente e não pude nem tocá-lo direito, já que minhas mãos estavam presas.

968_1790

Logo levaram ele para longe de mim… Enquanto terminavam de me costurar, eu perguntava o tempo todo por ele. Terminado tudo, fui para a sala de recuperação e fiquei lá, sozinha, por cerca de umas 2 horas!! Gente, quero ver meu filho! Onde ele está? Eu me lembro como se fosse hoje que eu fiquei inconformada nessa sala de recuperação! Eu ficava chamando as enfermeiras e nada podiam fazer… “ordens médicas” diziam elas. Eu pensava: “Como assim? Esperei tanto pelo dia de estar com meu bebê, fomos um durante 9 meses, para assim que nascesse nos separassem?”. Eu realmente estava sendo pega de surpresa… não fazia idéia de como eram as coisas nas maternidades do país! Minha expectativa é que esse meu post informe muitas de vocês, mulheres e futuros pais, que esperam por algo diferente disso tudo que estou relatando. Conheço pessoas que não se importam com esse sistema… ok, mas se você é como eu e não quer que seja assim com você, continue lendo esse e os próximos posts que virão!). Enfim….

Acabadas aquelas horas que mais pareciam uma eternidade, me levaram para o quarto onde estavam meus pais e meu marido… masssss, onde estava o Samuel???  Chamei a enfermeira e pedi que me trouxessem ele. Elas não queriam trazê-lo, porque queriam que eu descansasse (??????), mas insisti e alguns minutos depois ele chegou. Foi maravilhoso esse momento quando pude vê-lo, amamentar, etc…

Quando Samuel chegou no quarto e eu o peguei pela primeira vez

Quando Samuel chegou no quarto e eu o peguei pela primeira vez

Emoção pura!

Emoção pura!

Papai apaixonado

Papai apaixonado

Samuel nasceu cheio de saúde e minha recuperação foi excelente (mesmo sendo excelente é doloroso, viu?), mas achei todo procedimento muito desumano e frio!

Tudo isso só aumentou o meu desejo de fazer tudo diferente no meu próximo filho.

Quero, inclusive, frisar que não sou médica e nem tenho interesse em criar nenhuma discussão ou polêmica sobre o assunto. Ninguém é mais mãe ou menos mãe pelo tipo de parto que escolheu ter, mas eu sou da seguinte opinião: Antes de decidir sobre o parto, abra a sua mente, INFORME-SE, e só depois disso decida aquilo que é melhor para você e para seu bebê! Não decida nada baseado no que a sociedade dita, ou no que está “na moda”!

Não decida, por exemplo, passar por uma cesariana, porque você tem medo da dor do parto normal! O que mais ouço hoje são mulheres que decidem pela cesariana por que tem medo da dor do parto! Mas, ué? Cesariana é uma MEGA CIRURGIA, cheia de riscos e a recuperação dela é BEM dolorosa, além de atrapalhar MUITO nos cuidados com o seu bebê recém nascido! Inclusive está ai uma das grandes vantagens do parto normal na minha opinião! O bebê nasceu, a dor passa imediatamente e a recuperação é tranquila… nada de ter que passar pela recuperação de pós operatório!!! Dor do parto é punk mesmo, mas existe anestesia, existem métodos farmacológicos e não farmacológicos para alívio da dor, enfim… É suportável! Informe-se!

Eu já passei pelas duas experiências, tanto pela cesariana quanto pelo parto normal e sou SIM defensora do parto normal e mais ainda do parto HUMANIZADO! Sim, existe cesariana humanizada! Informe-se!

A verdade nua e crua e algumas informações muito importantes:

Infelizmente hoje ter um parto normal (ainda mais se for na rede privada), está cada vez mais raro! A Organização Mundial da Saúde – a OMS – sugere que 15% dos partos sejam cesariana e o Brasil aparece no ranking com 85% dos nascimentos via cesariana!!!

No final das contas o médico sempre arruma uma desculpa esfarrapada (me perdoem a franqueza, mas essa é a realidade nua e crua!!!) para que você, grávida que já se encontra em um estado emocional mais sensível, doida para ver seu bebê, cheias de medos e duvidas… acabe se encaixando na agenda lotada de cirurgia$$$ para a comodidade do seu médico que ganha tempo e dinheiro. Mais uma vez, me perdoem a franqueza!

Aproveitando esse tema, quero deixar aqui algumas informações preciosas para o seu conhecimento na hora de ter seu bebê. Questione, empodere-se e lute pelos seus direitos como mulher na hora do parto.  Como eu disse antes, existem vários mitos a cerca da cesariana e várias desculpa usadas pelos médicos para que vc acabe ganhando seu bebê no bloco cirúrgico,  mas sabendo dos fatos, se informando, você poderá questionar!

São MUITAS as mentiras de que você precisa de uma cesariana, então resolvi selecionar as mais ditas por ai! Fique de olho e de ouvido aberto!

O que NÃO é indicação de cesárea:

1- Uma vez cesárea, sempre cesárea – MENTIRA!  Eu mesma passei por uma VBAC (Vaginal Birth after cesarian – Parto vaginal depois de cesareana). Sim, é possível ter parto normal mesmos e você já passou por cesariana (s).

2- Falta de Dilatação ou não teve dilatação no final

3- Circular de Cordão, não importa quantas! Cordão umbilical enrolado no pescoço- Isaque nasceu de parto natural com 2 circulares de cordão!

4- Bacia Estreita ou o famoso “você não tem passagem”- ou bebê é muito grande ou você é muito pequena

5- Não entrou ou não teve trabalho de parto

6- Trabalho de Parto demorado com mamãe e bebê em boas condições

7- Bebê passou da hora (ou passou de 40 semanas)

8- Placenta Envelhecida

9-  Pouco ou muito líquido aminiótico

10- Não teve dilatação no final

11- Mãe muito nova

12- Mãe com mais de 35 anos

13- Pressão Alta ou Pressão Baixa

Alguns links para quem quiser se informar mais:

RECOMENDO MUITO QUE VOCÊ ASSISTA AO FILME: O RENASCIMENTO DO PARTO!

Mais informações neste link ao lado —-> http://www.orenascimentodoparto.com.br

Leia –> http://institutonascer.com.br/dicas/como-evitar-uma-cesareana-desnecessaria/

Leia—>  http://rebeca-doula.blogspot.com.br/p/indicacoes-de-cesarea.html

Leia—> http://estudamelania.blogspot.com.br/2012/08/indicacoes-reais-e-ficticias-de.html

Leia—>  http://sites.uai.com.br/app/noticia/saudeplena/noticias/2014/06/01/noticia_saudeplena,148873/brasil-pais-do-excesso-de-cesareas.shtml

Anúncios

2 thoughts on “Como foi o parto (cesariana) do meu primeiro filho, Samuel e algumas considerações sobre a cesariana

  1. Eu não me imagino nessa situação que vc passou após o parto do seu primeiro filho. Como assim não vou poder segurar, amamentar, cheirar e qualquer outra coisa após o nascimento do meu filho?? Sem chance!! Outro dia sonhei que que eu tive o meu bebê e não me deixaram amamentar… Nosso, entrei em desespero no sonho. Hehehe.

  2. Pingback: Relato de Parto Natural Humanizado – O Nascimento do Isaque – Parte 1 | Casa da Ju

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s